• noticiaiseartigos.jpg

A IMPORTÂNCIA DA CONFIDENCIALIDADE DE PROJETOS PARA UMA STARTUP

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Eduardo Amorim de Lima
(jan/2012)



Será que as pessoas pensam na confidencialidade de seus negócios, projetos e ideias?

Como será que tal confidencialidade junto ao seu interlocutor - seja ele investidor, corretor, advogado, consultor, contabilista  ou outro profissional – pode ser determinante para o sucesso ou o fracasso de um projeto?

Se você tem um modelo de negócio pré definido, não deixe de voltar sua atenção para esse detalhe, que faz toda diferença no sucesso de seus negócios.

A confidencialidade é a garantia do resguardo das informações dadas em confiança e a proteção contra a sua revelação não autorizada. Também refere-se a um princípio ético associado a várias profissões e é fundada nos usos e costumes, que, na prática, criam uma relação especial de proteção, cuja intenção é a de vedar sua utilização indevida e, igualmente, vedar vantagem financeira ao interlocutor.

Também chamado de NDA (Non Disclosure Agreements), esse direito é usado para proteger o conteúdo de uma informação confidencial ou um segredo industrial que tenha sido partilhado. No Brasil, assim como em outros países, existem grupos de pessoas que trabalham com ideias diferentes, inovadoras e empreendedoras. São as famosas (startups), conhecidas há décadas, nos EUA, como empresas recém lançadas no mercado, com potencial de crescimento, sem alterar o modelo dos negócios.

A propósito, existe um excelente artigo publicado na EXAME, que relata muito bem o que é uma startup, o qual pode ser lido a seguir: http://exame.abril.com.br/pme/dicas-de-especialista/noticias/o-que-e-uma-startup

Esse potencial de crescimento, que pode ser agregado a qualquer nova ideia ou pojeto, potencialmente passíveis de serem lançados ao mercado, devem levar à reflexão: E se sua ideia mudasse sua vida e a de sua família e, por falta de algum elemento básico para qualquer negócio, seus projetos de futuro fossem indevidamente divulgados ou até mesmo comercializados? Como seria vê-los sendo usufrídos e desfrutados por aquele a quem você confiou o seu projeto?

Esta é a hora de pensar na confidencialidade de seus negócios e de proteger contratualmente as suas ideias. Que venham os investidores, mas que se mantenha a segurança jurídica, fruto da confidencialidade contratada!


-->